A dieta Paleo

05-01

O que é a dieta Paleo?

A dieta Paleo é a maneira mais saudável de se alimentar, porque é a única abordagem nutricional que trabalha com a genética para ajuda-lo a ficar magro, forte e com energia. Pesquisas em biologia, bioquímica, oftalmologia, dermatologia e muitas outras áreas indicam que a nossa dieta moderna é rica em alimentos refinados, gorduras trans e açúcar, e esta é a raiz de doenças degenerativas, como obesidade, câncer, diabetes, doença cardíaca, Parkinson, Alzheimer, depressão e infertilidade – Robb Wolf

Fazendo uma dieta Paleo saudável

Proteínas magras: Proteínas magras sustentam músculos fortes, ossos saudáveis e função imunológica ideal. A proteína também te mantem satisfeito entre as refeições.

Frutas e Vegetais: Frutas e vegetais são ricos em antioxidantes, vitaminas, minerais e fito nutrientes que já provaram diminuir a probabilidade de desenvolver uma série de doenças degenerativas, incluindo câncer, diabetes e declínio neurológico.

As gorduras saudáveis de nozes, sementes, abacates, azeite de oliva, óleo de peixe e carne de bovinos que pastam e não se alimentam de ração.

Pesquisas científicas e estudos epidemiológicos mostram que dietas ricas em gorduras monoinsaturadas e gorduras Omega-3 reduzem drasticamente os casos de obesidade, câncer, diabetes, doenças cardíacas e declínio cognitivo.

 

A gordura saturada tem sido abominada por nossas autoridades de saúde e meios de comunicação. Qual é o embasamento para esta posição sobre gordura saturada? As recomendações atuais para o baixo consumo de gordura saturada é  justificável?

Quanto de gordura saturada (e quais os tipos), devemos comer? Sem uma perspectiva histórica e científica essas perguntas podem ser quase impossíveis de se responder.

 

Uma grande diferença entre a dieta atual e a ancestral é a quantidade e os tipos de gordura que encontramos nos animais atuais que tem uma alimentação de grãos, e as quantidades e tipos de gorduras encontradas em animais que se alimentavam de capim ou aves e peixes que não viviam e comiam em cativeiros. O que observamos é que a carne selvagem é extremamente magra, e tem relativamente baixa quantidade de gorduras saturadas, fornecendo significativas quantidades de, benéficas gorduras, omega-3, como EPA e DHA.

Coma: Frutas, Legumes, Carnes magras, Frutos do mar, Castanhas e Sementes e Gorduras saudáveis.

Evite: Laticínios, Grãos, Alimentos processados e açúcar, Leguminosas, Amidos e Álcool.

 

Os benefícios para a saúde da dieta Paleo

Para a maioria das pessoas apenas a ideia de que a dieta Paleo proporciona os melhores resultados já é o suficiente. Melhoria de lipídios no sangue, perda de peso e redução de dores de doenças autoimunes é prova suficiente. Muitas pessoas, porém, não ficam satisfeitas em seguir cegamente as recomendações, sejam estas de nutrição ou exercícios relacionados. Algumas pessoas gostam de conhecer o motivo por que elas estão fazendo alguma coisa. Felizmente, a dieta Paleo não ficou apenas na fase de testes, mas também nos rigores científicos.

Com uma simples mudança nós não somente retiramos os alimentos que estão em desacordo com a nossa saúde (grãos, leguminosas e produtos lácteos), mas também aumentamos a ingestão de vitaminas, minerais e antioxidantes.

Funciona para diabetes?

A principal pergunta é “Será que a dieta Paleo funciona?” Aqui temos uma comparação entre a dieta Paleo e dieta do Mediterrâneo de diabéticos resistentes a insulina tipo 2. Resultados: O grupo que fez a dieta Paleo REVERTEU os sinais e os sintomas diabetes tipo 2. A dieta do Mediterrâneo mostrou-se de pouca ou nenhuma melhoria. É interessante notar que a dieta do Mediterrâneo é geralmente considerada pelos órgãos governamentais internacionais como “a dieta ideal” apesar existirem melhores alternativas.

Doenças Cardio Vasculares

De acordo com o CDC americano (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), a doença cardiovascular é a causa número um de morte nos Estados Unidos. Curiosamente no entanto, estudos mostram que nossos ancestrais praticamente não sofriam de nenhum ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, enquanto se comiam dietas ancestrais. As referências abaixo irão explorar estes fatos para ajudá-lo a compreender os saudáveis benefícios para o coração de uma dieta Paleo.

paleo-solution-cover-461x550Autoimunidade

Autoimunidade é um processo no qual nosso organismo ataca o nosso próprio sistema imunológico. Normalmente, o sistema imunológico nos protege de infecções bacterianas, virais e parasitárias. O sistema imune identifica um invasor estranho, e o ataca, e, idealmente, limpa a infecção. Uma boa analogia para a autoimunidade é o caso da rejeição de tecidos após a doação de órgãos.

Se alguém precisa de um coração novo, rim, pulmão ou do fígado devido a doença ou lesão, um órgão de um doador pode ser uma opção. O primeiro passo neste processo será encontrar um tecido compatível. Nós temos moléculas em todos os tecidos que são usadas em nosso sistema imunológico para identificar como próprias ou estranhas. Se um órgão doado não for compatível o suficiente para quem recebe-lo o sistema imunológico vai atacar e destruir este órgão.

Na autoimunidade, um processo semelhante ocorre em que um próprio tecido é confundido como algo estranho e o sistema imunológico ataca este tecido “erroneamente”. Os casos mais comuns de autoimunidade incluem a esclerose múltipla, artrite reumatoide, lúpus e vitiligo para citar apenas uma pequena fração de doenças autoimunes. Elementos da autoimunidade tem prováveis ligações com a esquizofrenia, infertilidade, e várias formas de câncer.

Curiosamente, todas estas doenças aparentemente não relacionados compartilham de uma curiosidade comum: danos ao revestimento intestinal que permitem que partículas de alimente os não digeridos entrem para dentro do corpo. Isso é chamado de “leaky gut” (intestino com vazamento).

 

Deixe uma resposta